segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Crítica: Downton Abbey



Downton Abbey - o filme,  foi baseado na série homônia  e inicia sua jornada na tão  gloriosa propriedade da zona rural da Inglaterra, logo no início do século XX.



A história começa no exato momento que o último episódio da série tem seu fim e possui sua atenção completamente voltada para a rotina da família Crawley e de seus amados criados.

E eu como fã de carteirinha em meus delírios queria ao menos um momento na propriedade para conviver em todo esse universo.




A narrativa não  envolve dessa vez somente os membros da família Crawley, mas também  toda a região nos preparativos para a visita do Rei e da Rainha vindos diretos do  Palácio de Buckingham, e que por apenas uma noite se  hospedarão na propriedade.

De certo que os nervos estão a flor da pele, já que tal visita ilustre merece os melhores arranjos e dar um tapa no visual de uma propriedade tão grande se provará um verdadeiro desafio, principalmente porque é a primeira vez que Lady Mary Crawley foi incumbida de toda organização da grandiosa mansão e que também  inclui um lindo desfile em que envolverá toda cidade.

Na correria dos preparativos acompanhamos o passo a passo  do desenrolar desse fabuloso e gigantesco acontecimento na vida de todos os personagens.



Para os cinéfilos que ainda não assistiram nenhuma temporada da série e for assitir diretamenre o filme, pode ser que fique um pouco perdido no desenrolar da narrativa, pois a história apresenta variadas tramas e Construções advindas de um momento anterior que pode ser que deixe o espectador um pouco perdido. mas nada que o impensa de desfrutar da história da família Crawley.

 Além disso eu não posso deixar de destacar o brilhantismo da atuação da atriz Maggie Smith interpreta a matriarca da família  Lady Violet Crawley.

O seu dinamismo em cena é de causar inveja e quando sua personagem interage em cena tem a capacidade de roubar todo o foco   do momento  para si,  chamando  atenção por onde passa com seus comentários inapropriados, com um tom ácido dinâmico  e muitas vezes divertidos.

Em relação à produção,  tenho que destacar a incrível e minuciosa  montagem de cenário, ambientação e figurino impecáveis.  Realmente a sensação que eu tive ao assistir o longa é que estou em pleno século XX e que toda a transição no decorrer dos anos foi feita em toda plenitude.



De maneira que toda a produção conseguiu obter  uma assombrosa perfeição, através de Downton Abbey, toda a  construção que envolve desde as casas a região da cidade, os carros, mobília  e imos detalhes fazem de fato o espectador respirar a vida na Inglaterra daquele século.

No fim ainda somos agraciados e surpreendidos tal como toda família Crawley por um grande segredo de família que foi guardado a sete chaves e contrariando toda a lógica ao poucos finalmente é revelado.

Apesar das diversas  adversidades e inúmeras tramas construídas ao longo da trama no fim  dia todo emaranhado se desfaz e ainda deixa com um gostinho de quero mais.

Espero que gostem de Downton Abbey assim como eu amei, porém infelizmente terão que se deslocar já que não são todos os cinemas em que o mesmo esta sendo exibido, somente na Barra da Tijuca e na zona sul. Mas no dim todo o deslocamento valerá a pena.

 Então meus caros cinéfilos de plantão  preparem aquele combo master de pipoca que o mergulho ao século XX irá começar. Bom filme !!!

Ficha técnica:

Título Original: Downton Abbey
Data de lançamento 24 de outubro de 2019
Duração:2h 03min
Direção: Michael Engler
Gênero: Drama/ obra de época
Nacionalidade: Reino Unido
Adaptação da série: Downton Abbey
Distribuído por: Focus Features
Produção: Julian Fellowes, Gareth Neame, Liz Trubridge
Nota: 🌟🌟🌟🌟🌟

Elenco: Michelle Dockery, Hugh Bonneville, Maggie Smith entre outros.


























Trailer:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar, sua opinião é muito importante para mim. Se tiver algum blog, só deixar o link que darei uma olhadinha também =]

/>