domingo, 10 de fevereiro de 2019

Crítica: Vidro

Resultado de imagem para filme vidro

Vidro (Glass) a terceira e última parte do que foi referido como a trilogia Eastrail 177, que inclui Unbreakable ( Corpo Fechado ) e Split Fragmentado ), foi escrito, co-produzido e dirigido por M. Night Shyamalan. 


O filme baseado nas comics books marca o retorno do genial  James McAvoy (  Kevin Wendell Crumb e suas  23 personalidades distintas que o mesmo consegue interpretar com perfeição, incluindo a tão temida Fera, Bruce Willis  como o misterioso capa verde ( David Dunn ) e Samuel L. Jackson e o seu senhor Vidro ( Elijah Price ) com um  intelecto superior, numa narrativa de suspense com um toque sútil de humor. 




No elenco ainda temos Anya Taylo-Jo (Fragmentado) como  a traumatizada e agora lutadora  Casedy Cooke e a grata atuação de Sarah Paulson (American Horror Storycomo a enigmática Drª Ellie Stapleque que traz um frescor e também insere uma incerteza  na franquia.

Apesar de cada um narrar a história individual de cada personagem, os filmes no decorrer do caminho se conectam em tal ponto que o expectador em vários momentos se pergunta,  quem realmente é o  herói e quem é o vilão de fato ao longo de todo o caminho.

Resultado de imagem para filme vidro






Logo depois de um confronto que não termina bem entre a terrível Fera ( James McAvoy  ) e o capa verde ( Bruce Willis )David e Kevin são presos e enviados para uma instituição psiquiátrica. No qual permanecem sob a supervisão e extremos  cuidados da Drª. Ellie Staple ( Sarah Paulson marcada por seus personagens em American Horror Story e também a irmã de Sandra Bullock o filme do Netflix Bird Box )

O local aonde mantém nossos humanos super poderosos é um ambiente sinistro além da conta e ainda possui uma equipe de funcionários tão perturbada quanto os seus pacientes. É praticamente um lugar típico psiquiátrico, onde as pessoas mais difíceis de serem tratadas são jogadas e esquecidas. 


Porém, ninguém imaginava que apesar de "tratado"  Mister Glass seria capaz de arquitetar um plano tão audacioso, e nem mesmo a " Doutora" Ellie Staple esperava que o mestre do crime fosse mostrar as suas garras. Quem mandou a Drª. Ellie  não fazer a lição de casa direito não é mesmo?


De fato o Senhor Vidro (  Samuel L. Jackson é uma mente mais que brilhante e muito acima da média da maioria, ele é capaz de pensar tão a frente de nós reles mortais que quando achamos que estamos por dentro de todos os seus planos, boom !Somos surpreendidos mais uma vez. Quem diria que em suas condições atuais esse senhorzinho seria capaz de nós surpreender dessa maneira em.


Vidro encerra a trilogia iniciada em Corpo Fechado  de maneira extraordinária, com muito suspense, várias cenas de ação,  muita perspicácia e inteligência, além de apresentar uma proposta pouco convencional. 

Shyamalan soube conduzir o cenário e interligar as histórias de forma magnânima, sincera e muito mais direta que em seus filmes anteriores, transformando Vidro em um dos seus melhores filmes, quiçá o melhor até o momento. 

Além disso, a construção dos personagens chamados de quebrados e excluídos, e seus questionamentos ao longo do caminho da narrativa, só demostrou o quão alto é o seu brilhantismo em encaixar cada peça em seu devido lugar. 

Resultado de imagem para filme vidro

Fora isso, também não posso deixar de destacar a fotografia, roteiro adaptado e a trilha sonora selecionada, que serviram unicamente para enaltecer ainda mais toda ambientação montada para o espectador.

Ao longo de Vidro espectador pode perceber também que em certos momentos sua narrativa se torna lenta e faz lembrar por demais o jeito europeu de descrever as suas histórias, principalmente quando  Bruce Willis está na telona. 

Além disso, temos Samuel L. Jackson que ao longo do filme passa grande parte mudo, já que faz parte da composição de seu personagem. E também temos o Joseph Dunn  (Spencer Treat Clark ) o filho pródigo de David com seu olhar assustador.

M. Night Shyamalan foi realmente incrível por colocar nas telonas todas as características dos HQs que todos como eu amamos demais, cada mínimo detalhe ficou bem semelhante e fico extremamente satisfeita pelo seu trabalho ao narrar o cotidiano de pessoas que tiveram a vida transformadas por traumas profundos, todos os elementos que me agradam por demais.

Então meus caros cinéfilos, dou-lhes essa super dica de filme e digo ainda mais com um final ala Tarantino como esse,  Vidro não decepcionou em nada as minhas expectativas e se tornou o meu queridinho de 2019. Espero que gostem e bom filme !


Ficha Técnica

Título: Vidro
Título original: Glass
País: EUA
Data de estréia: 17 de janeiro de 2019
Gênero: Suspense, Fantasia
Classificação: 14 anos
Duração: 129 minutos
Distribuidora: Disney/Buena Vista
Séries de filmes: Unbreakable
Orçamento: 20 milhões USD
Produtoras: Blumhouse Productions, Blinding Edge Pictures, Walt Disney Studios Motion Pictures
Direção: M. Night Shyamalan
Avaliação:
4.6 de 5 estrelas

Elenco: James McAvoy, Bruce Willis, Samuel L. Jackson, Sarah Paulson, Anya Taylor-Joy, Spencer Treat Clark, Charlayne Woodard e Luke Kirby.

Trailer:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar, sua opinião é muito importante para mim. Se tiver algum blog, só deixar o link que darei uma olhadinha também =]

/>