segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Clube Indica: Para Todos os Garotos Que Já Amei

A nova aposta da Netflix, baseada no livro homônimo de Jenny Han parecia ser apenas mais uma comédia romântica "adolescente", mas se torna algo incrivelmente cativante ao longo do caminho.

 photo ACCE9BF6-FF74-44F0-B871-97DB90AEBB6B_zps3tfcfam8.png

Lara Jean é uma menina tímida, "invisível" e que vive no mundo da fantasia. Está sempre lendo seus livros de romance e não tem coragem suficiente para tentar algo na vida real. Por ser extremamente romântica, ao longo dos anos ela escreve cartas para os garotos por quem se apaixonou, mas não entrega nenhuma. Em um belo dia, essas cartas vão parar nas mãos de seus respectivos donos e é quando toda a confusão começa. Em meio a esse rolo todo, ela se vê num relacionamento de mentira com Peter Kavinsky, o clássico garoto popular do colégio. Mas quem disse que uma mentira daria certo até o final?


Logo de cara nos deparamos com uma história leve e engraçada, que nos prende a cada segundo de filme. Lara tem duas irmãs distintas, que completam sua personalidade perfeitamente e um pai carinhoso, compreensivo e divertido; é interessante ver a dinâmica familiar deles ao longo do filme.


 photo 7AEF6D23-5B67-4142-A385-74B9414F4ED4_zps16zjcn4t.jpg

A atuação do elenco é simplesmente maravilhosa. Lana Condor (Lara Jean) dá um show de carisma na tela e traz uma personagem adorável com a qual simpatizamos desde o início. Noah Centineo (Peter Kavinsky) é o típico garoto popular, porém mais diferente o possível. É engraçado, carinhoso e quando você se dá conta, já caiu de amores por ele. A química entre eles é inegável, o que é mais um ponto positivo do filme.

 photo 6F976674-59E0-4A19-908F-87DF100DB492_zpsi3ct20fq.jpg

Como não li os livros, não posso julgar o filme com base em sua história original, porém, os leitores obcecados pela história garantem que o filme é fiel dentro do possível - já que algumas cenas ficaram de fora.
No geral, o filme é uma comédia romântica que - mesmo com seus clichês - que não se encaixa no padrão dos filmes teen que existem por aí; ele possui um certo frescor, além de ser claro e objetivo até o final (e só de nos poupar daquelas enrolações básicas que acontecem em praticamente todos os filmes do gênero, já merece ser celebrado). existentes já é algo para se comemorar.
Vale lembrar que, Para Todos os Garotos que Já Amei é uma trilogia escrita por Jenny Han, e que a expectativa de que os próximos filmes também sejam produzidos, é grande.



Espero que você assistam o filme e o apreciem tanto quanto eu.
Annyeong =]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar, sua opinião é muito importante para mim. Se tiver algum blog, só deixar o link que darei uma olhadinha também =]

/>