quarta-feira, 18 de abril de 2018

Crítica: Exorcismos e Demônios (The Crucifixion)



Oi jovens, tudo certinho?

Hoje escreverei sobre o lançamento dessa quinta-feira dia 19 de abril o filme Exorcismos e Demônios (The Crucifixion) do diretor  Xavier Gens ( Hitman – Assassino 47).

Esse novo terror/suspense  como muitos filmes do gênero é  baseado em fatos reais e ainda possui os mesmos criadores da produção Invocação do Mal e seu derivado Annabelle. Logo o produtor de ambos os filmes, Peter Safran, se reuniu novamente com os irmãos Chad e Carey Hayes, os roteiristas de Invocação do Mal, para fazerem em conjunto The Crucifixion.

A trama conta a história real de um padre que foi sentenciado à prisão após a morte de uma freira durante um ritual de exorcismo. No qual, a Jornalista investigativa Nicole Rawlins (Sophie Cookson)  se esforça para desvendar se de fato ele assassinou uma pessoa mentalmente doente ou se perdeu uma batalha contra uma força demoníaca.

Dessa parceria surgiu um filme sombrio, intenso e com bastante suspense, onde durante a trama demostra como forças malignas podem atuar quando existe uma mente vazia e fraca disponível para ser dominada.



No entanto, apesar do cenário construído a produção apresentou diversas falhas, desde a escolha da protagonista Sophie Cookson, conhecida por sua atuação nos dois filmes da franquia Kingsman que por ser breve até que convenceu,  mas que infelizmente nesse, mostrou-se extremamente fraca e sem carisma algum e que só  não possui atuação pior que a de Jeff Rawle, que interpreta seu tio e chefe no jornal em que trabalha. O ator Corneliu Ulici, que interpreta o Padre Anton,  Brittany Ashworth (Vaduva)  e Ada Lupu( Adelina) , que interpretam as irmãs, merecem o destaque por suas memoráveis interpretações, mesmo com todo os resto desastroso.




Xavier até tenta, mas também  não consegue mostrar um trabalho melhor do que fez em Hitman: Assassino 47.  Apesar de a temática ser boa, possui cenas com o enquadramento ruim, a fotografia meio que sem vida e ainda uma péssima iluminação que mesmo depois dos dois sustos que levei - isso relativo em grande parte a sonografia- não serve de jeito nenhum para assustar.



De fato Exorcismos e Demônios possui retratados pouquíssimos momentos de pura tensão  e é mais puxado para o lado de suspense do que terror, com os sustos mais baseados na sua trilha sonora do os e intensidade mesmo no roteiro elaborado. Sinceramente esperava muito mais sustos e menos obviedade do que foi retratado, não só por ser baseado em fatos reais, mas também pelos roteiristas e produtor enjangados na cinematografia .



Além disso, possui diálogos fracos, situações já retratadas anteriormente e um cenário que poderia ser muito mais explorado do que realmente foi produzido. Ainda apresenta um contraste entre a fé e a descrença muito rasa e que no fim não convenceu o espectador por sua superficialidade.



Então cinéfilos recomendo o filme para aqueles que querem uma distração na sua rotina, um aprofundamento no caso real do padre preso por um exorcismo mal executado e ainda para aqueles que se interessam por essa temática. Bom filme !





Ficha técnica:
Data de lançamento: 19 de abril de 2018 (Brasil)
Direção: Xavier Gens
Produtoras: The Safran Company, Premiere Picture
Roteiro: Chad Hayes, Carey Hayes
Gênero: Terror/Mistério/Thriller
Duração: 90 min.
Distribuidora: Imagem Filmes
Orçamento: US$ 5 milhões

Elenco
Sophie Cookson – Nicole Rawlins
Corneliu Ulici – Padre Anton
Brittany Ashworth – Vaduva
Matthew Zajac – Bishop Gornik
Florian Voicu – Tavian
Radu Banzaru – Amanar



Trailer:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar, sua opinião é muito importante para mim. Se tiver algum blog, só deixar o link que darei uma olhadinha também =]

/>