sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Resenha: One Man Guy

Oi jovens, tudo certinho?

One Man Guy da editora LeYa do autor Michael Barakiva é um romance LGBT sobre dois garotos únicos, diferentes e que de alguma possuem uma identificação e ligação surpreendente ate para eles mesmos. Apesar de frequentarem a mesma escola, eles não se falavam e mal se esbarravam no dia a dia, já que não faziam parte do mesmo grupo, fato muito comum no High school americano.
Além disso, esse livro tem todo um misto de Romeu e Julieta envolvido na trama já que ambos os personagens mesmo sendo americanos pertencem a culturas e crenças totalmente diferentes um do outro, e são literalmente de dois mundos contrários.





Logo, somos apresentados para o Ethan um skatista livre, desprendido, leve e solto que vive cada dia como se fosse o último. Além de fazer o que lhe convêm, em sua determinada hora e momento, onde representa  tudo   que o Alek, bem mais tímido e contido gostaria de ser: confiante, descolado, popular,   irreverente e que têm vários amigos. Já Alek é um menino de 14 anos que tem apenas uma única melhor amiga chamada Becky, e por ter descendência cultural de outro país, convive com uma família intensamente rígida, que segue a risca todos os costumes típicos de toda a comunidade armênia e por ter sido criado dessa maneira se tornou um menino bastante introspectivo
Apesar de todo esse distanciamento e mundos divergentes, os destinos de Ethan e Alek parece estar entrelaçado e traçado a se cruzar. Assim, de maneira repentina e certeira gerado por um encontro para lá de inesperado e nada interessante em um curso de verão no  High school.
Os dias de férias de verão que prometiam ser enfadonhos e mergulhado no mais puro tédio, se transforma em uma completa aventura, com uma intensa sessão de autodescobertas, cercado de adrenalina e muita música com o show de Rufus Wainwright, tendo o Central Park, em Nova York como pano de fundo. Todos esses ingredientes somados só poderiam resultar em uma linda, surpreendente e intensa história de amor.

Quem diria que o todo certinho Alek iria um dia se libertar e sair do seu casulo de conforto e ainda aceitar uma louca proposta do popular Ethan e de quebra no fim de tudo se apaixonar. Realmente todas as probabilidades estavam contra eles, mas no fim o impensável ocorreu e duas almas solitárias se fundiram para disseminar o mais puro sentimento de todos.

Realmente não tem como ficar alheio a esse encantador romance, que mesmo fora do convencional, emociona e comove demasiadamente e ainda arranca altas gargalhadas. O autor elaborou tão bem cada característica da história que logo se nota que a mesma foi escrita e toda pensada especialmente para aquelas pessoas que adoram o imprevisível e amam as diferenças.

Então pessoas lindas desse mundão dou-lhes essa dica de leitura leve,  divertida, irreverente e com muitos obstáculos e barreiras a serem vencidas. Boa leitura!



 Ficha Técnica:                                                                             Avaliação:

Título: One Man Guy                                                         
Autor: Michael Barakiva                                                       
Gênero: Romance LGBT
Número de páginas:272
Formato: Físico
Editora: LeYa
Ano: 2015



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar, sua opinião é muito importante para mim. Se tiver algum blog, só deixar o link que darei uma olhadinha também =]

/>