terça-feira, 30 de agosto de 2016

Crítica: O Sono da Morte



O que fazer quando dormir se torna algo mortal?

O Sono da Morte conta a história de Cody (Jacob Tremblay) que perdeu sua mãe muito novinho e desde então passou por vários casais que desejam o adotar. O menino é uma fofura e educado, mas o problema é seu dom de trazer seus sonhos à realidade. O casal Jessie (Kate Bosworth) e Mark (Thomas Jane) decidem adotá-lo após a perda de seu filho, mas não sabem sobre esse dom de Cody à princípio; e depois de descobrir, veem a possibilidade de rever seu filho perdido todas as noites. O único problema é que, além de sonhos bons, temos pesadelos e isso uma hora viria à tona. 

O longa-metragem passa longe de ser um terror como todos esperam; tirando algumas cenas específicas que me fizeram pular da cadeira, o filme segue no gênero suspense e o sustenta até o fim. 

Jacob tem mais talento que eu, você e a torcida brasileira inteira reunida, rs. Lindo <3
Jacob é extremamente lindo e talentoso, e consegue levar o filme inteiro nas costas facilmente, já que é o que mais sobressai de todo o elenco (que não é vasto). Kate entrega uma interpretação mediana, apesar de sua personagem ser uma mulher de luto, ela mantém a mesma expressão facial o filme inteiro, chegando a ser enfadonho de ver. Já Thomas se empenha muito bem e consegue passar uma boa performance. 

Ainda tenho dúvidas se o efeito especial era fraco ou se era a intenção do diretor que a figura dos pesadelos de Cody fosse estranha daquele jeito. Além disso, ficam várias pontas soltas que não tiveram um fechamento decente. Nos faz sentir que pouco importa o que aconteceu.

Tirando os defeitos que vi, pude refletir sobre o verdadeiro enredo por trás do filme e percebi que o lance real não é o "terror" e sim a perspectiva de uma criança assustada. Retrata que a cabeça de uma criança é moldada e influenciada facilmente e devemos ajudá-la a aprender o certo e a guiá-la no mundo. Tudo o que elas precisam é que tenhamos paciência para ouvi-las e decifrá-las do melhor modo, com muito amor e carinho. O filme é uma clássica representação de uma criança sem pais ou com pais ruins que não se importam com elas.



Ficha técnica

Título original: Before I Wake
Diretor:  Mike Flanagan
Data de lançamento: 1 de Setembro de 2016
Distribuidora: PlayArte
Elenco: Jacob Tremblay, Kate Bosworth, Thomas Jane
Gênero: Suspense



/>