quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Crítica: Nerve


Você é um observador ou um jogador?

Nerve é um filme baseado no livro de mesmo nome, escrito por Jeanne Ryan, e conta a história da tímida Vee deMarco (Emma Roberts) que resolve ir contra si mesma ao entrar para um jogo virtual que se tornou uma febre. Nerve seria um "verdade ou consequência" onde só teria a segunda opção. A finalidade é cumprir os desafios propostos pelos observadores e assim, ganhar dinheiro. Nessa, ela conhece Ian (Dave Franco) que se torna seu parceiro de jogo. Ao decorrer dos desafios, ela percebe que não é tão simples assim e esse jogo se torna algo além de sua imaginação.

Apesar de parecer um clássico filme bobinho adolescente (como os que passam na Sessão da Tarde), ele começa a ficar tenso com o tempo. Mesmo com os clichês que tanto conhecemos como: o melhor amigo engraçadinho na friendzone e o cara com moto estilo bad boy; o roteiro não perde com isso e consegue se sustentar muito bem até o final. Com um bom elenco e ótimas interpretações, muitas cenas de tirar o fôlego, fotografia noturna com efeitos visuais em neon e trilha sonora repleta de músicas pop e eletrônica; tudo se encaixa com perfeita harmonia para nos deixar ainda mais presos a trama. Nos deixa com a sensação de êxtase, como se nós estivéssemos jogando junto.

Como o filme proporciona uma completa imersão ao telespectador, cenas são feitas ao contrário para que sintamos que estamos dentro do computador, sendo que a edição brasileira pecou ao traduzir várias frases e outras não, deixando meio confuso de se ler em vários momentos.

Com a era tecnológica tão avançada e com o lançamento de Pokemon Go - um jogo de realidade aumentada que nos pegou de surpresa por suas funcionalidades - ficou ainda mais ciente o vício digital que sofremos e dependência constante da Internet. Nerve é lançado em um momento crucial onde tudo fica mais em evidência e a mensagem dele fica bem clara. Por mais que estejamos acostumados com nossa vida virtual, devemos ter cuidado sempre. A Internet tanto trás benefícios quanto problemas que poderiam ser evitados facilmente. Vale a pena sempre lembrar disso.

Resumindo: Nerve é um ótimo filme para os jovens, já que dá para ver que esse foi seu público alvo. Se você gosta de filmes nesse estilo e quer ficar curioso e especulativo durante um filme, essa é uma boa pedida.




Ficha técnica

Título original: Nerve
Diretor:  Ariel Schulman, Henry Joost
Data de lançamento: 25 de Agosto de 2016
Distribuidora: Paris Filmes
Elenco: Emma Roberts, Dave Franco, Juliette Lewis
Gênero: Suspense

Sinceramente, eu seria uma player.



/>