segunda-feira, 18 de julho de 2016

Crítica: A Lenda de Tarzan

 Ooooooooooooooooooohhhhhh...

Para aqueles que esperam um filme de cores vibrantes e uma história imprevisível, A Lenda de Tarzan não é o recomendado à vocês. O que fazer com uma história tão massacrada diversas vezes em mídias diferentes? Reinventá-la, claro. Sou extremamente suspeita para falar, já que sou fã assumida da versão da Disney, e confesso que torci o nariz tantas vezes durante o filme porque foi inevitável fazer a comparação com o clássico da minha infância. Claro que não esperava um filme suave como as produções da Disney, mas resultado sombrio me deixou surpresa.

A Lenda de Tarzan mostra um Tarzan (Alexander Skarsgard) diferente do famoso personagem que é conhecido pela minha geração. Na trama, Tarzan é John Clayton III, de Greystoke, casado com Jane (Margot Robbie) - que é mais enérgica, tentando não passar a imagem de donzela indefesa, mas não conseguindo 100% - civilizado e vive na cidade como um nobre. Isso já um grande baque, mas o baque maior é ver a relutância do personagem em voltar às suas origens. Ele se nega à voltar para selva, até que precisa de um estímulo maior. Jane e Tarzan voltam para a selva acompanhados de George Washington Williams (Samuel L. Jackson) - que traz alívio cômico à trama com suas tiradas inesperadas - e se deparam com o grande vilão Leon Rom (Christoph Waltz) - que escraviza o povo, tem aspirações muito maiores e fez um acordo com o chefe Mbonga (Djimon Hounsou) que envolve o passado de Tarzan.

Além da produção bem obscura, as desnecessárias cenas em slow motion e os efeitos especiais que pecam em vários momentos (muitas vezes por causa do efeito mencionado) sobrecarregam o visual e fazem o filme perder qualidade.

Posso dizer que em um modo geral o filme é bom, dá pra passar o tempo. Mas ele não me cativou. É muito difícil formar uma opinião quando você já tem tão enraizada na mente a adaptação da Disney. Vocês podem se perguntar: mas você deu uma detonada e agora diz que é bom? Pois é, muitas vezes devemos ignorar os detalhes para apreciar a obra total. Foi o que fiz, mesmo prestando atenção aos detalhes citados.

No fim, o sentimento que fica é um grande desconforto em ver como a humanidade é retratada na tela. Pior de tudo é saber que isso não é só ficção e que realmente podemos ver isso acontecer bem diante de nossos olhos, todos os dias de nossas vidas. A Lenda de Tarzan é um lembrete cruel de como o homem é ganancioso e passa por cima de qualquer um para conseguir o que quer.



Ficha técnica

Título original: The Legend of Tarzan
Diretor: David Yates
Data de lançamento:  21 de Julho de 2016
Distribuidora: Warner Bros.
Elenco:  Alexander Skarsgård, Margot Robbie, Christoph Waltz, Samuel L. Jackson
Gênero: Aventura, Ação

Queria tanto ter visto isso.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar, sua opinião é muito importante para mim. Se tiver algum blog, só deixar o link que darei uma olhadinha também =]

/>